seguro_residencial

Apesar de ainda não ser muito procurado no Brasil, o seguro residencial tem uma função importante: dar um suporte financeiro caso aconteça algum imprevisto no seu imóvel. Nem sempre os seguros de empresas diferentes cobrem todos os danos que você gostaria. Por isso, é importante pesquisar e comparar as propostas. Veja agora como escolher bem o seu seguro residencial e deixar seu imóvel protegido.

O Primeiro passo é escolher uma seguradora confiável. Caso você não conheça nenhuma, segue abaixo uma pequena lista com as 5 melhores seguradoras do Brasil, segundo os clientes. Recomendo que você faça a cotação em pelo menos 3 seguradoras diferentes, pois o preço pode variar muito de uma para outra…

5 Melhores Seguradoras do Brasil

1. Porto Seguro
2. Allianz
3. Liberty
4. Itaú Seguros
5. SulAmérica

Após, cotar seu seguro em todas, você precisa ver de fato, qual proposta vai ser mais viável para você. Segue abaixo algumas dicas pra te ajudar nesse processo.

Dicas Importantes

1. Conheça a cobertura básica: Todo seguro oferece no mínimo o reembolso de danos causados por incêndio, raios e explosões. Estar protegido nessas situações já ajuda muito, pois estes são os acidentes que causam os estragos mais caros.

2. Avalie se você precisa de coberturas extras: Enchentes, roubos, quebra dos vidros e até dos aparelhos eletrônicos que você tem em casa podem estar na apólice. Mas você vai pagar mais caro por isso. Antes de contratar, analise quais coberturas adicionais você quer ter. A proposta traz o custo detalhado de cada uma das coberturas para você ver quais valem a pena. É importante saber que a seguradora pode se negar a fazer algum tipo de cobertura. Se você mora em uma região bastante atingida por chuvas, por exemplo, nem sempre terá essa proteção no seu seguro.

3. Pergunte o valor da franquia: A franquia é o valor que você terá que pagar caso precise acionar a seguradora. Informe-se sobre esse valor quando pedir a proposta do seguro e veja se a franquia caberá no seu bolso em uma situação de emergência.

4. Mora em apartamento? Procure a apólice do seu condomínio. Prédios residenciais geralmente são assegurados. Então, peça para o síndico mostrar a apólice e veja quais itens estão inclusos nesse contrato. Assim, você não paga duas vezes pela mesma proteção.

5. Pergunte como você deve agir no caso de sinistro: Quando conversar com o corretor de seguro, aproveite para entender o passo a passo para acionar o seguro. Assim, se alguma emergência acontecer, você estará preparado. Procure fechar o contrato com uma empresa que demonstre agilidade para resolver o seu problema.

6. Pesquise o preço em várias seguradoras: Depois que você avaliou qual é o melhor seguro para o seu imóvel, cote o preço em bancos e corretoras diferentes. Só assim você vai saber onde pagará menos. Se fechar o contrato com uma corretora, não deixe de checar se ela é cadastrada na Superintendência de Seguros Privados (Susep). Você pode fazer essa busca online, clicando aqui.